Pular para o conteúdo

Política de Diversidade, Equidade, Inclusão e Acessibilidade da emprega+

O preconceito humano tem raízes profundas na história da nossa espécie. Desde os primórdios, os seres humanos tendem a formar grupos sociais para sobreviver e prosperar. Esses grupos muitas vezes se identificam pela etnia, cultura, religião ou outras características distintas. 

O preconceito surge quando um grupo se percebe superior ou inferior a outro, resultando em estereótipos e excluindo outros considerados inferiores do meio, discriminação e hostilidade.

Na história, encontramos exemplos de preconceito étnico, religioso e cultural, que levaram a conflitos, escravidão e opressão. A propagação de ideologias discriminatórias também influenciou a forma como diferentes sociedades tratavam pessoas humanas dignas de respeito ao longo do tempo.

É fato que o entendimento científico e cultural evoluiu bastante ao redor do mundo, a se pensar que há pouco mais de 150 anos um dos países mais livres do mundo considerava a escravidão como forma de trabalho aceita culturalmente.

É verdade que o preconceito ainda persiste em muitas formas, em vieses diferentes e deve ser combatido pois fere a dignidade humana. A educação, empatia e a busca pela inclusão têm sido ferramentas fundamentais para combater o preconceito e promover sociedades mais justas.

E+-PÁGINAS-INFORMATIVAS-ILLUSTRATIONS-2


Nosso caminho e proposta

Valorizamos profundamente a dignidade humana, considerando-a um princípio fundamental da nossa política de diversidade, equidade, inclusão e acessibilidade. 

A dignidade humana implica que cada pessoa possui direitos inalienáveis e fundamentais, como o direito à vida, à liberdade religiosa, à integridade física e moral, à educação e ao trabalho digno. 

Esses direitos devem ser protegidos e promovidos, independentemente da raça, etnia, religião, gênero ou posição social.

Enfatizamos a responsabilidade de todos em respeitar a dignidade dos outros e promover a justiça social e negamos todo tipo de conflito de classe como solução para esse antigo e complexo problema. 

Com isso, reforçamos que não estamos negando a existência de preconceitos em nossa sociedade atual, mas queremos propor uma visão mais ampla do ser humano, a fim de não deixar ninguém de fora dos seus direitos inalienáveis.

Devemos construir soluções que olhem para o complexo problema social da pobreza e considerar a integridade do ser humano em todas as suas dimensões, capacidades, talentos, oportunidades, desejo, meio em que vivem, investindo nas pessoas para que possam realizar seu potencial máximo.


Parceiros e Empresas empregadoras

Para nós existem princípios básicos que direcionam o nosso propósito como negócio de impacto social em sociedade. Entendemos que cada empresa parceira ou cliente tem a sua própria política. Contudo somos contra qualquer tipo de discriminação e preconceito humano em suas diversas faces.

Nossa política de diversidade, equidade e inclusão, deve ser vivida em plenitude pelos membros da emprega+ e sempre que possível em suas equipes. Essa política deve transbordar para parceiros e fornecedores que, em sua liberdade, escolherão seguir ou não as diretrizes e sendo avaliados se poderão continuar fornecendo caso não estejam alinhados com a política.